Turma do Pagode lança novo álbum “Misturadin” com nove inéditas e participações especiais
17/08/2017 - 8h43 em Novidades

 A Turma do Pagode lançou nesta terça-feira, (15) seu mais novo álbum, o décimo da carreira. Com nove faixas inéditas e sucessos do samba e do pagode dos anos 1990 e 2000, Misturadin traz as participações especiais de nomes como Péricles, Chrigor, Dodô (Pixote), Reinaldo “O Príncipe do Pagode”, Netinho de Paula, Leandro Lehart, Márcio Art e Belo.

 

Gravado ao vivo no estúdio NaCena, em São Paulo, o projeto já havia apresentado Cobertor de Orelha, cujo clipe tem mais de 4,3 milhões visualizações na VEVO, além dos medleys Mania TDP / Nosso DNA e Desliga e Vem / Gamei / Gandaia.

Produzido pelo produtor Pezinho, em parceria com o grupo, o álbum traz 17 faixas. “Quando começamos a falar sobre o novo trabalho, sabíamos que seria um CD e não um novo DVD, já que tínhamos gravado quatro DVDs consecutivos. A princípio, a ideia era fazer um EP, mas quando começamos a selecionar o repertório encontramos muito material bom. Então o Thiagão deu a ideia, a grande ideia, de trazer para o repertório músicas antigas que nós gostamos, que tocamos nos pagodes semanais e que tem uma excelente resposta do público”, conta Marcelinho TDP.

“O nome do disco – Misturadin – reflete esse conceito. O álbum traz o pagode que crescemos ouvindo, principalmente da década de 1990 e início dos anos 2000, como Soweto, Exaltasamba, Boka Loka e Jeito Moleque, e uma linha mais moderna que é a cara do Turma do Pagode. Em todo trabalho procuramos reciclar trazendo coisas novas, melodias diferentes e letras com um discurso atual. O conceito é misturar o antigo com o novo, o que foi sucesso, o que era e é muito bom com o Turma do Pagode”, completa.

“Na maioria das regravações, convidamos os interpretes originais para cantar a gente. Foi uma honra dividir esse novo passo da nossa carreira com esses grandes artistas e ídolos que acompanhamos e admiramos há muito tempo”, diz Thiagão.

“Sonoramente optamos por usar percussão, cavaquinho, banjo, baixo, violão, bateria, instrumentos de sopro, sem teclados e nada eletrônico. O resultado é um CD descontraído, gostoso de ouvir, bom pra dançar e se divertir, que reúne inéditas e sucessos que ouvimos muito nos pagodes que frequentamos e tocamos”, acrescenta.

Para os fãs que perguntam por que Misturadin não é um DVD, Thiagão responde: “toda a gravação foi registrada em vídeo e todo material será disponibilizado em nosso canal oficial Vevo/Youtube. É uma maneira de todos os fãs conferirem como foi a gravação, o clima no dia e tudo que rolou”.

A festa de Misturadin termina com o medley “Brilho no Olhar/Agora Viu que Me Perdeu e Chora/Retrato Cantado” com a participação do ícone do samba Reinaldo, o Príncipe do Pagode.

“Esperamos que o público goste, cante, dance e se divirta muito com esse novo trabalho”, acrescenta Thiagão.

“Muita música boa, muita batucada, uma disco pra colocar pra ouvir do começo ao fim”, completa Marcelinho TDP.

Fonte: sambaepagode.com.br

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!