3 das 100 músicas mais tocadas no Brasil em 2017 são do gênero samba/pagode
19/01/2018 15:41 em Música

 Assim como acontece todo mês de janeiro, a empresa Crowley, responsável pelo ranking semanal Brasil Hot 100, traz um mapeamento especial e detalhado do que mais tocou em todo o Brasil durante o último ano. Em divulgação feita pelo site da revista Billboard Brasil, foi conhecida as 100 canções mais tocadas nas rádios do país em 2017. E o mais alarmante é que apenas três das 100 músicas mais escutadas no Brasil são do gênero samba/pagode, sendo “Eu já te quis um dia”, do Sorriso Maroto, na 79ª posição (assista no vídeo abaixo), e “Fotos Antigas” e “Energia Surreal”, ambas do cantor Thiaguinho, a 88ª e 90ª, respectivamente.

 

 

Assim como vem acontecendo nos últimos cinco anos, a lista é dominada pelo sertanejo, tendo Luan Santana como o grande destaque de 2017. A música “Acordando o Prédio” foi o grande fenômeno do ano passado e liderou a lista, seguida por Henrique & Juliano com “Vidinha de Balada” e Zé Neto & Cristiano com “Cadeira de Aço”.

 

Além da primeira posição, Luan ainda Luan aparece mais três vezes na lista, mas a campeã é a dupla Maiara & Maraísa, com seis ocorrências (a melhor delas, “Sorte Que Cê Beija Bem”, está em 4º lugar). A dupla é seguida de Gusttavo Lima, com cinco músicas entre as seis mais tocadas. Luan, Marilia Mendonça e Wesley Safadão ficam empatados, com quatro músicas.

 

Além da já esperada dominação sertaneja, há uma dominação nacional: a música estrangeira mais bem colocada é o fenômeno “Despacito”, que só conseguiu espaço na 23ª posição. A lista da Crowley tem seu mapeamento e monitoramento nas rádios em todos o Brasil de segunda a sexta, das 7h às 19h.

 

Em uma comparação feita com os anos anteriores, a lista de 2017 é, junto com a de 2015, a mais “pobre” quando o assunto é a presença de canções de samba e pagode. Em 2016, tivemos quatro aparições na lista das 100 mais tocadas. Sendo elas: 20ª – “Cancun”, e 23ª – “Vamo que Vamo”, do cantor Thiaguinho; 77ª – “Dependente”, do Sorriso Maroto, e 98ª – “Deixa em Off”, da Turma do Pagode.

 

Em 2015, novamente com Sorriso Maroto, Turma do Pagode e Thiaguinho, apenas três aparições: 55ª – “1 metro e 65”, 84ª – “Surpresa de Amor” e 92ª – “Hey, Mundo”.

 

O ano de 2014, embalado com a Copa do Mundo, os números foram um pouco melhores e novos artistas apareceram. Veja na lista abaixo:

 

9 – Sorriso Maroto + Jorge e Mateus – “Guerra fria”

 

13 – Thiaguinho – “Caraca, Muleke”

 

51 – Pericles – “Final de Tarde”

 

54 – Sorriso – “Tá bom, aham”

 

65 – Os Travessos – “Sonhos e planos (sou eu)”

 

66 – Thiaguinho – “Sem você a vida é tão sem graça”

 

78 – Turma do Pagode – “Melhor amigo”

 

93 – Pixote – “Asas”

 

99 – Turma do Pagode – “Pente e rala”

 

Os números aumentam a cada ano voltado na lista. Em 2013, 10% da lista era composta por samba/pagode.

 

18 – Revelação – “Fala Baixinho”

 

22 – Thiaguinho – “Desencana”

 

25 – Sorriso – “Vai e chora”

 

45 – Sorriso – “Brigas por nada”

 

63 – Thiaguinho, com participação de Neymar Jr – “Ousadia e Alegria”

 

71 – Turma Do Pagode – “A Gente Tem Tudo a Ver”

 

73 – Belo – “Vi Amor No Seu Olhar”

 

81 – Turma Do Pagode – “Horas Iguais”

 

84 – Thiaguinho – “Aparências Enganam”

 

99 –  Péricles – “Depois da Briga”

 

O melhor ano para o gênero, na última década, foi o de 2012. Com 13 aparições, o gênero foi representado por diversos artistas, como Belo, Diogo Nogueira, Mumuzinho e ainda teve o cantor Thiaguinho no TOP. Confira a lista abaixo só com os sambas e pagodes.

 

 

5 – Thiaguinho – “Ainda Bem”

 

12 – Turma do Pagode – “Lancinho”

 

24 – Sorriso Maroto – “Se eu te pego, te envergo”

 

25 – Jeito Moleque – “Não tem jeito”

 

26 – Sorriso Maroto – “Assim você mata o papai”

 

32 – Thiaguinho – “Sou o Cara para Você”

 

46 – Inimigos da HP – “Tipo Fiona”

 

47 – Sambô – “Sunday bloody Sunday”

 

52 – Samba Livre – “Tudo nosso”

 

71 – Péricles – “Minha razão”

 

74 – Pixote – “Caô, Caô”

 

85 – Mumuzinho – “Estonteante”

 

89 – Diogo Nogueira – “Verdade Chinesa”

Agora fica a reflexão, o que é preciso ser feito para o nosso gênero musical voltar a ter a mesma força e antes e provar que é o som oficial do país? União, investimento, marketing ou mais talento? Assista no clipe abaixo a última canção do gênero que esteve no Top 5 das 100 mais ouvidas nas rádios do Brasil.

Fonte: Portal Samba e Pagode

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!