Negra Li volta ao rap com 'brasilidade' em álbum de músicas inéditas previsto para novembro
19/09/2018 16:12 em Novidades

Negra Li volta ao universo do hip hop após mal-sucedidas incursões pela MPB e pelo pop, em processo de plastificação do som da artista que culminou com sofrível álbum, Tudo novo de novo (2012), enquadrado dentro do padrão industrializado do produtor Rick Bonadio.

Seis anos após Tudo novo de novo, a cantora e compositora paulistana – revelada na segunda metade dos anos 1990 como integrante do grupo paulistano de rap RZO (Rapaziada da Zona Oeste) – ensaia retorno às origens do hip hop em álbum de músicas inéditas e autorais previsto para ser lançado em novembro pela gravadora White Monkey Recordings.

 

Capa do single 'Malandro chora', de Negra Li — Foto: Divulgação

Capa do single 'Malandro chora', de Negra Li — Foto: Divulgação

 

O primeiro single do álbum, Malandro chora, chega às plataformas digitais na próxima sexta-feira, 21 de setembro, sinalizando a intenção da artista de dar voz ao rap à moda brasileira. Os toques de violão, cuíca e pandeiro são os elementos identificadores da alardeada "brasilidade" desse rap cantado por Negra Li no disco e alvo de clipe filmado em tons rústicos sob direção de Rafael Carvalho.

Aos 39 anos, completados ontem, a artista aposta nesse rap – assinado por coletivo de produtores que inclui Caio Paiva, Duani e Pedro Lotto – para evocar o passado nessa volta ao mercado fonográfico.

Com músicas como Eclipse lunar, Homenagem às mães, Raízes e Sem juízo, o terceiro álbum solo de Negra Li está sendo apresentado como uma mistura de R&B, trap, reggae, pop, rap e ritmos latinos e africanos com o tempero da música brasileira.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!